Arquivo da tag: alegria

Ansiedade

De acordo com o dicionário Michaelis podemos definir ansiedade como:

1 Aflição, angústia, ânsia. 2 Psicol Atitude emotiva concernente ao futuro e que se caracteriza por alternativas de medo e esperança; medo vago adquirido especialmente por generalização de estímulos. 3 Desejo ardente ou veemente. 4 Impaciência, insofrimento, sofreguidão.

A ansiedade faz parte da natureza humana desde que o homem caiu, lá no Jardim do Éden. Seus efeitos não apenas afetam nosso relacionamento com Deus, mas também atinge nossa saúde física, causando diversos distúrbios físicos, tais como cardiopatias, hipertensão arterial, diabetes e depressão.

Qual é então a solução para ela? Fingir que os problemas não existem? Nada disso. O que precisamos fazer é:

Lançar sobre Deus toda a nossa ansiedade, porque ele tem cuidado de nós (1Pe 5.7).

Deus entende perfeitamente tudo o que passamos, e podemos encontrar nele todos os recursos para viver longe da ansiedade. É claro que a ansiedade pode estar sendo causada por um viver descuidado com relação ao pecado. Nesse caso nosso relacionamento com o Senhor sofre interferências; a alegria vai embora e a incerteza toma espaço. Mas se esse não for o problema, não há qualquer razão para um viver triste e ansioso.

Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos. Fp 4.4

O versículo acima não está escrito em tom de sugestão, mas de mandamento. Mas como isso pode ser possível, no meio de tanto sofrimento e dor? Aí é que está a questão. Muitos pensam que precisam se alegrar no sofrimento quando é necesário que nos alegremos no Senhor. Ele é a fonte de toda a alegria e bem estar; nele tudo subsiste (Cl 1.17).

A alegria no Senhor é a chave para se viver sem ansiedade; a alegria nele supre todas as nossas carências. Paulo, o apóstolo experimentava isso de uma maneira grandiosa, afinal somente experimentando a alegria do Senhor ele poderia escrever a carta aos filipenses, uma carta que fala o tempo todo de alegria. Ele pôde escrevê-la, mesmo estando preso e em sofrimentos. Ele decidiu lançar-se aos cuidados do Senhor, provando da sua fidelidade. Isso também está ao nosso alcance, basta agirmos em obediência e fé à palavra de Deus.

Lorimar

Anúncios

Por que memorizar a palavra de Deus?

No dia 23/01/10 fiz uma postagem falando sobre a memorização da palavra de Deus (https://atos242.wordpress.com/2010/01/23/memorizar-a-palavra-de-deus).

Hoje gostaria de falar um pouco mais sobre isso.

Não me considero uma pessoa com facilidade para decorar textos. Na época da escola e da faculdade eu precisa ler bastante a matéria para poder ir bem nas provas. Mas um dia aceitei o desafio de memorizar pelo menos um livro da bíblia.

Eu fazia parte de um grupo, todos jovens, que se reunia com frequência para orar e estudar a biblia. Um de nossos estudos estava relaciondo ao livro de Tiago. Comecei a me interessar muito por esse livro, e decidi memorizá-lo. Não lembro quanto tempo exatamente levei para conseguir isso, mas o fato é que o memorizei, e mais rápido do que eu pensava. Vários anos se passaram e continuo a experimentar os benefícios da memorização desta carta. Hoje, quando as tribulações e as dificuldades surgem, sempre lembro de Tiago 1.2:

Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações.

É para isso que serve a palavra de Deus em nossa mente. Quando a necessidade surge, temos um depósito em nossa mente e em nosso coração. A palavra de Deus é viva e eficaz. Para o mundo em que vivemos é loucura o alegrar-se nas tribulações, mas são elas que tratam com nossas vontades e  fazem-nos render a Deus, moldando-nos ao caráter de Cristo.

Entusiasmado com a memorização de Tiago, decidi também memorizar Filipenses. Durante o processo de memorização desta carta comecei a aprender sobre a alegria em todas as circunstâncias. Quando Paulo escreveu esta carta ele estava em uma prisão, passando toda a sorte de privações e sofrimentos (imagine como eram as prisões naquele tempo). De diferentes formas a palavra “alegria” ocorre 16 vezes nesta epístola. Um delas está em Filipenses 4.4:

Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos

Além do tema alegria Filipenses nos ensina  a desenvolver a nossa salvação (2.12), sobre humildade e mansidão (2.5), sobre o nosso chamado (3.14), sobre não andar ansioso (4.6), sobre o que deve ocupar a nossa mente (4.8), e muitos outros assuntos importantes para o nosso crescimento na fé. Na necessidade, o Espírito Santo pode trazer à nossa mente a palavra memorizada. À medida que declaramos a palavra de Deus, nossas vidas são tranformadas e situações críticas são resolvidas.

Toda a vontade de Deus está em Sua palavra. Se orarmos segundo Sua ela seremos bem sucedidos na oração. Jesus agia assim, totalmente de acordo com a vontade do Pai. Assim ele derrotou Satanás no deserto, citando a palavra de Deus (Mt 4.1-11). Ela é a nossa espada; nossa eficaz arma de ataque. Se a usarmos adequadamente, tendo em vista somente a glória de Deus, assim como Jesus, seremos sempre vitoriosos na oração. O maligno não resistirá, e nossa alma descansará, livre de ansiedades e preocupações.

Não há como crescermos na fé sem disciplina em relação à leitura bíblica. Podemos ler vários livros excelentes, podemos acessar sites ou blogs com conteúdo, mas eles jamais poderão tomar o espaço da Bíblia. É a palavra de Deus que nos transforma, e que nos sonda. Ali está tudo o que precisamos saber para viver uma vida segundo o coração de Deus.

Gostaria de encorajar os leitores deste blog a memorizar algum livro da bíblia. Se você acha que é uma tarefa difícil, comece memorizando um livro menor, como 3 João por exemplo. Isso servirá de estímulo para outros livros. Você pode usar várias técnicas para memorizar; lendo, gravando, escrevendo, cantando. Tenho um amigo que é músico e memorizou Tiago e o Salmo 119 cantando. Fica aí uma dica para quem é músico.

Em minha experiência com relação à palavra de Deus posso assim dizer como o Salmista no Salmo 119.92:

Não fosse a tua lei ter sido o meu prazer, há muito já teria eu perecido na minha angústia

Que você seja bem sucedido em memorizar a palavra do Senhor.

Lorimar

Alegria no Senhor!

Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos. Fp 4.4

Vivemos de altos e baixos no se refere ao nosso humor. Há dias em que acordamos alegres, motivados e com grande expectativa no dia que está pela frente. Mas também há dias em que nem gostaríamos de sair da nossa cama. Por que isso acontece? Como mudar esse padrão em nossa vida? A resposta muitos sabem, mas, poucos a põem em prática: A nossa alegria precisa ser no Senhor.

“Alegrai-vos no Senhor e regozijai-vos, ó justos; exultai, vós todos que sois retos de coração.” (Sl 32.11)

Essa alegria cuja origem está no Senhor pode ser experimentada por todos os que são retos de coração. Essa alegria anda de mãos dadas com a obediência a Deus. Não há como desobedecer a Deus e ter alegria; nosso espírito se abate quando não andamos na trilha que o Pai tem para nós.

Quando falamos de alegria não estamos falando apenas de aspectos exteriores. Afinal, podemos estar rindo por fora, mas chorando por dentro. A alegria no Senhor brota lá dentro do nosso ser e passa a refletir em nosso semblante. Os olhos brilham em função do júbilo que há no Senhor. Esse é o modo de viver que Deus deseja para nós, e não somente para esta vida, mas para toda a eternidade. Infelizmente temos dificuldade em nos alegrar quando adversidades e tragédias acontecem. Mas isso mostra o quanto estamos olhando para nós, e quanto resistimos em deixar nossas vidas aos cuidados de nosso maravilhoso Pai. Deus está trabalhando na Igreja para mudar essa realidade.

Não nos esqueçamos: nós fomos criados para a felicidade. A infelicidade existe porque o homem pecou, mas em Cristo tudo se fez novo. Andemos nele, e vivamos em júbilo. O que pode ser melhor do que isso?

Lorimar